Deixe um comentário

Obsessão em passar a Globo leva Record à loucura

Está muito difícil entender o que a Record pretende ou ganhou até agora, ao anunciar que será líder de audiência. Os seus diretores já fizeram tal previsão mais de trocentas vezes e o que vimos foi o esgotamento de todos os prazos, sem que ao menos uma ameaça disso viesse a acontecer.

Liderança é o resultado de um conjunto de ações, mas especialmente da competência no desenvolvimento de um trabalho. Só vontade ou discursos, nem sempre bem articulados, não levam a lugar nenhum, como não levaram até agora. Verifica-se, inclusive, a existência de uma coleção de piadas sobre o assunto.

Na última terça-feira, por exemplo, a Record lançou a sua programação deste ano, que de novo mesmo terá apenas o “Got Talent” e a série “A Bíblia”, da TV americana. Isso, e só isso. O restante são temporadas inéditas de programas que já existiam, como “O Aprendiz”, “A Fazenda” e outros do gênero. Pouca coisa, verifica-se, será alterada, o que também quase nada irá representar na ordem dos índices conquistados.

A Record, se realmente pretende um dia chegar ao primeiro lugar, antes de tudo, deve agir com integridade. Não fazer o suficiente para que isto ocorra, não adianta rigorosamente nada. Como não adiantou até agora. Não se ganha coisa alguma apenas falando.

Coluna Flávio Ricco

Sobre Matheus Torrezan

Matheus Torrezan é estudante de jornalismo, 20 anos, em 2015 virou parceiro do youtube, escreveu para o Jornal Matéria Prima, social mídia e estagiário de produção na TV Unicesumar.

COMENTÁRIOS

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: